BR-153

Plano de Combate a Processos Erosivos e Escorregamento

Assista o vídeo abaixo e conheça um pouco mais sobre o Plano de Combate a Processos Erosivos e Escorregamento, onde são estabelecidas diversas medidas para prevenir a erosão durante a execução das obras e preservar o equilíbrio natural do solo.

 

Plano de Monitoramento de Fauna

Confira abaixo o nosso primeiro vídeo de 2020, onde a Bióloga Stefany explica como funciona o Plano de Monitoramento de Fauna. Este Plano busca realizar ações de manejo e conservação da fauna silvestre nas áreas da obra de Ampliação da BR-153.

Construção de vigas

Assista ao vídeo abaixo e conheça mais sobre uma das etapas da construção de viadutos e passarelas na Rodovia BR-153. Para esse tipo de serviço são necessários pátios para a construção de vigas, como mostra o vídeo, além de diversas medidas que garantem a segurança do trabalho dos colaboradores e a minimização dos impactos ambientais.

Para a construção de vigas é necessário o uso de caminhão-betoneira para preparação do concreto que será utilizado. Sendo assim, após o uso desses caminhões é preciso realizar a lavagem dos mesmos, que deve ser feita de forma correta para que a água residuária dessa lavagem não contamine o solo e o lençol freático.

Além disso, para garantir a segurança dos colaboradores durante a realização do serviço são utilizados EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), por exemplo o uso de óculos, luva e máscara respiratória no momento da lavagem do caminhão-betoneira.

lavagem de betoneira

Lavagem do caminhão-betoneira

61542E19-32C6-44F5-9C33-8081CBBC7CD9

Plano de Combate a Processos Erosivos e de Escorregamento e Plano de Redução de Risco de Assoreamento e Inundação

Assista ao vídeo abaixo e saiba mais sobre o Plano de Combate a Processos Erosivos e de Escorregamento e o Plano de Redução de Risco de Assoreamento e Inundação, que definem ações para preservar o equilíbrio natural do solo e para impedir o assoreamento dos recursos hídricos na área das obras.

Serviço de pavimentação asfáltica

Confira o vídeo abaixo onde está sendo realizado o serviço de pavimentação da via. Para esse tipo de serviço é necessário o uso de maquinário especializado e uma série de cuidados para garantir a segurança do trabalho e a preservação do Meio Ambiente.

O bom desempenho do revestimento asfáltico depende de diversas etapas, desde seu projeto estrutural, a escolha de misturas que atendam às condições em que a pista será submetida e o uso de técnicas adequadas de produção, distribuição e execução das camadas asfálticas na pista. As misturas asfálticas são levadas ao local de execução por meio de caminhões transportadores com caçamba térmica para mistura asfáltica a quente (concreto asfáltico), para manter a temperatura adequada de execução da camada asfáltica.

Após a devida preparação da camada de base, a mistura asfáltica deve ser lançada por vibroacabadoras em camada uniforme de espessura e seção transversal definidas, pronta para compactação.

Após a distribuição do concreto asfáltico, tem início a rolagem. O equipamento de compactação deve ser constituído por rolo pneumático e rolo metálico liso. A compactação da camada, com espessura definida em projeto, tem por objetivo aumentar a estabilidade da mistura, reduzir o índice de vazios e aumentar a vida útil.

Além disso, para garantir a segurança dos colaboradores durante a realização do serviço são utilizados EPIs (Equipamentos de Proteção Individual), principalmente o uso de luvas em função da toxicidade e alta temperatura do material e o uso de máscara por conta da possível inalação da fumaça emitida pelo equipamento. Já a massa asfáltica excedente após a finalização do serviço, é monitorada para ser descartada de forma correta em aterros de resíduos perigosos.

Fonte: Adaptado de DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes.