Hoje é Dia Mundial do Meio Ambiente

 

Desde que foi instituído, em 1974, o Dia Mundial do Meio Ambiente se tornou a principal plataforma global para sensibilizar pessoas, organizações e países sobre a proteção da natureza.

Este ano, com o tema #AcabeComAPoluiçãoPlástica, a data soma esforços à campanha #MaresLimpos da ONU Meio Ambiente para combater o lixo marinho e mobilizar todos os setores da sociedade global no enfrentamento deste problema — que se não for solucionado, poderá resultar em mais plástico do que peixes nos oceanos até 2050.

A poluição plástica é considerada uma das principais causas atuais de danos ao meio ambiente e à saúde. Mesmo assim, os números da produção e descarte incorreto deste material não param de crescer. Mais plástico foi produzido na última década do que em todo o século passado. Por ano, são consumidas até 5 trilhões de sacolas plásticas em todo o planeta.

A cada minuto, são compradas 1 milhão de garrafas plásticas e 90% da água engarrafada contém microplásticos. Metade do plástico consumido pelos humanos é descartável (e evitável) e pelo menos 13 milhões de toneladas vão parar nos oceanos anualmente, prejudicando 600 espécies marinhas, das quais 15% estão ameaçadas de extinção.

Mais de 100 países já se uniram sob o slogan do Dia Mundial do Meio Ambiente deste ano e se comprometeram com atividades, como mutirões de limpeza de praias e florestas, e anúncios de políticas públicas voltadas ao descarte e consumo responsável do plástico.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente convida os cidadãos a comemorarem o dia de diferentes maneiras, como postar um vídeo ou foto nas suas redes sociais mostrando a mudança de comportamento que decidiram adotar e que troca algum item de plástico descartável por alternativas mais sustentáveis. Nesse vídeo ou foto eles marcam três pessoas ou organizações, desafiando-as a mostrar a sua mudança nas próximas 24 horas para combater a poluição plástica e assim por diante, envolvendo cada vez mais pessoas ao redor do mundo.

plastico_iceberg

 

 

Fonte: nacoesunidas.org

 

Construção de guia e calçada

Confira abaixo vídeo e fotos do serviço de construção de guia e calçada no KM 72.

840 a 880 - norte (2).JPG

DSCF0533DSCF0534DSCF0535

Andamento da obra

Veja abaixo vídeos de alguns serviços realizados no dia 22/05.

Serviço de terraplanagem – Km 57 ao 58.

Preparação do solo para receber o pavimento asfáltico – Km 71.

Preparação do solo para receber o pavimento asfáltico – Km 71.

Terraplanagem

Confira abaixo os vídeos e fotos do serviço de terraplanagem.

Km 66 – Sentido Sul

Km 71 e 72 – Sentido Sul

Km 71 e 72 – Sul

DSC05291

Km 68 e 69 – Sentido Norte

DSC05375

Panfletagem Movimento Maio Amarelo

Nossas equipes de Educação Ambiental e Comunicação Social entregam para a população de São José do Rio Preto panfletos a respeito do Movimento Maio Amarelo.

Lançamento das Vigas

O lançamento das vigas de sustentação da OAE Represa Municipal foi realizado em 3 dias. Dia 04/05 lançamento sentido norte, dia 05/05 lançamento sentido sul e dia 06/05 lançamento das vigas que unem os dois lados.

Confira fotos e vídeos abaixo:

DSC04533

Lançamento da viga – Pista Sul

Operação Pare/Siga

Atenção usuários

Nos dias 04, 05 e 06 de maio EVITEM a região da Represa Municipal.

O local contará com operação PARE/SIGA devido obras da duplicação da Rodovia BR-153.

Utilizem rotas alternativas!

Maio Amarelo

O DNIT, através da Gestora Ambiental das obras de duplicação da BR-153, apoia este movimento em prol da segurança viária, o Maio Amarelo.

O Movimento Maio Amarelo nasce com uma só proposta: chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo.

O objetivo do movimento é uma ação coordenada entre o Poder Público e a sociedade civil. A intenção é colocar em pauta o tema segurança viária e mobilizar toda a sociedade, envolvendo os mais diversos segmentos: órgãos de governos, empresas, entidades de classe, associações, federações e sociedade civil organizada para, fugindo das falácias cotidianas e costumeiras, efetivamente discutir o tema, engajar-se em ações e propagar o conhecimento, abordando toda a amplitude que a questão do trânsito exige, nas mais diferentes esferas.